Licitação permite tarifa de R$ 2,50

O aumento do número de carros em Curitiba tem reduzido a velocidade e o conforto do transporte público há mais de dez anos. Isso só tem gerado sobrecarga nas vias e onerado o sistema público. Infelizmente quem vai pagar essa conta é o usuário de ônibus.

Trechos da matéria publicada hoje pela Gazeta do Povo.

Tarifa de ônibus só continua no valor atual se as únicas empresas que participam da concorrência se dispuserem a dar desconto sobre o teto previsto em edital.

A licitação, a primeira na história de Curitiba, feita com 21 anos de atraso, já que desde a Cons­tituição de 1988 era obrigatória, atraiu apenas um consórcio para cada um dos três lotes em que a cidade foi dividida. Todas as em­­presas que formam os consórcios já atuam em Curitiba ou na região metropolitana.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *